Tag: economia
Mobilidade, meritocracia e outros mitos
Em um artigo para o American Entreprise Institute, Mark Perry (“Yes, America’s middle class has been disappearing… into higher income groups,” 17 de dezembro) justifica o encolhimento da classe média e o crescimento da desigualdade econômica citando as conclusões de um recente estudo do Pew Institute que fala que, dos 11% de diminuição da classe…
A teoria do valor-trabalho: uma crítica a Carson
A teoria do valor-trabalho: uma crítica ao livro Studies in Mutualist Political Economy, de Kevin Carson por Robert P. Murphy [1] O livro de Kevin Carson Studies in Mutualist Political Economy (2004) é um trabalho impressionante. Primeiro, tenta reabilitar a teoria clássica do valor-trabalho (dando a ela uma interpretação subjetivista) e, a seguir, faz um…
A doutrina Spooner-Tucker: a opinião de um economista
Primeiramente, devo afirmar minha convicção de que Lysander Spooner e Benjamin R. Tucker foram inigualáveis como filósofos políticos e que nada é mais necessário hoje em dia que um renascimento e um desenvolvimento de seu legado esquecido para a filosofia política. Na metade do século 19, a doutrina individualista libertária havia chegado a um ponto…
Rothbard contra a síntese marshalliana
Murray Rothbard rejeitou fortemente essa tentativa marshalliana de sintetizar as inovações marginalistas com o legado de David Ricardo. Com isso, rejeitava a tentativa de sintetizar o trabalho e a espera como elementos do “custo real”. Para entender por quê, devemos começar com a distinção de Rothbard entre a avaliação de ações ex ante e ex…
A síntese marshalliana
Alfred Marshall, fundador da chamada escola neoclássica de economia, também foi o primeiro importante economista a tentar uma reconciliação das ideias de David Ricardo com os marginalistas. Seguidor da escola Senior-Longfield pela interpretação de Mill, Marshall tratava a “abstinência” do capital (ou “espera) como outra forma de desutilidade como a do trabalho. Assim, ele fundiu…
Simpósio sobre a economia política mutualista
Muitos dos anarquistas individualistas do século 19, particularmente os pensadores associados ao jornal Liberty, editado por Benjamin Tucker, procuravam combinar uma teoria política baseada na soberania individual e na autopropriedade com uma teoria econômica baseada na teoria do valor-trabalho. Como os marxistas, eles tendiam a condenar o sistema de trabalho assalariado como opressivo e interpretavam…
Estudos sobre o mutualismo carsoniano
Nas próximas semanas, o C4SS publicará em português e hospedará cópias do volume 20, número 1, do Journal of Libertarian Studies. Esse volume específico contém um simpósio sobre o livro de Kevin Carson Studies in Mutualist Political Economy. Links para os artigos podem ser encontrados nesta página e através da categoria “Simpósio sobre a economia…
Como não promover a igualdade econômica
No Washington Post, Max Ehrenfreund argumenta que Hillary Clinton pode estar sendo prejudicada por fatores além de seu controle em seu objetivo expresso de aumentar a renda da classe média e reduzir a desigualdade econômica (“Hillary Clinton’s top goal as president could be effectively impossible to achieve“, 20 de julho). Esses fatores incluem a “automação…
O transporte público contra você
Duas vítimas fatais. Esse é o número de mortos que o transporte público de Recife contabiliza em 2015. No dia 16 deste mês, morreu o universitário Harlynton dos Santos, de 20 anos, que, ao tentar subir num ônibus às 23h30, foi arremessado para fora num dos terminais da capital pernambucana. Camila Mirele foi a primeira…
“Herança, não ódio”: a mentira de toda bandeira
Nos momentos que se seguiram ao massacre com motivos raciais perpetrado por Dylan Roof na Igreja Metodista Episcopal Africana Emanuel em Charleston, as imagens que circularam não apenas incluíam fotos de Roof erguendo a bandeira de batalha dos Estados Confederados da América, mas também agachado sobre uma bandeira amarrotada dos Estados Unidos. Seu desrespeito pela…
Paul Krugman conquista os marcianos
Paul Krugman recentemente argumentou que “conquistar é para perdedores” (“Conquest is for Losers“, New York Times, 21 de Dezembro) como Vladimir Putin: “Não é possível tratar uma sociedade moderna da forma que a antiga Roma tratava uma província conquistada sem destruir as riquezas que você está tentando conquistar. Nesse meio tempo, a guerra ou a…
A advertência de A Revolução dos Bichos: a desigualdade importa
Recentemente, em um comentário a meu artigo “O caminho libertário para o igualitarismo“, o filósofo libertário Tibor R. Machan citou o livro de George Orwell A Revolução dos Bichos como exemplo do que acontece quando tentamos combater a desigualdade. Para Machan, a desigualdade é um “problema fabricado” e a história de Orwell é um alerta…
A pergunta que Michael Lind simplesmente não vai responder
No ano passado, no Salon, Michael Lind fez “a pergunta que os libertários simplesmente não podem responder” (“The question libertarians just can’t answer“, 4 de junho de 2013): “Por que não há países libertários? (…) Se o libertarianismo fosse uma boa ideia, ao menos um país não o teria tentado?”. Ele recebeu algumas respostas —…
O caminho libertário para o igualitarismo
Um estudo recente feito nos Estados Unidos pelo Bureau de Pesquisas Econômicas, de Emmanuel Saez e Gabriel Zucman, mostrou que o “0,1% de famílias [americanas] mais ricas possuem mais ou menos a mesma parcela da riqueza que os 90% mais pobres“. Além disso, o estudo mostra que a “recuperação” que continuamos a ouvir falar ainda…
Separatismos: paulista e nordestino
Após a reeleição de Dilma Rousseff, testemunhamos novamente o padrão que se repete desde 2006: manifestações ofensivas, muitas delas xenofóbicas, de pessoas no eixo Sudeste-Sul, especialmente São Paulo, contra os nordestinos, que votaram maciçamente em favor da candidata do PT. Como as eleições deste ano foram decididas por uma pequena margem de votos em favor…
Azuis ou vermelhos, eles só querem saber das verdinhas
As discussões políticas nos Estados Unidos frequentemente deixam de perceber a diferença entre “pró-empresas” e “pró-mercado”. A incapacidade de observar as implicações dessa diferença leva os comentaristas políticos e os eleitores a acreditar que, se um candidato é pró-empresas, naturalmente deva ser um ardente defensor do mercado livre. Ultimamente essa narrativa ultrasimplificada está sendo desafiada,…
A conquista do Reino Unido pela Escócia
A escolha do “não” no referendo que perguntava aos escoceses se a Escócia deveria se tornar um país independente é uma vitória pírrica para o Reino Unido. O fato que a campanha do “sim” foi capaz de angariar 44,7% dos votos abala um consenso de 300 anos e a devolução de poder político à Escócia…
A situação do trabalhador na Argentina: Uma perspectiva anarquista
Logo depois da crise econômica por que o país passou há mais de 10 anos, que chegou a seu apogeu em 2001, a Argentina se recuperou e entrou em um período de prosperidade relativa devido às condições do comércio exterior. Contudo, a situação do trabalhador argentino médio permanece a mesma há centenas de anos: seu…
A posse da liberdade: A economia política de Benjamin R. Tucker
A economia política de Benjamin Tucker representa uma condensação de suas maiores influências, sintetizando o trabalho de pensadores radicais como Josiah Warren, William B. Greene, Ezra Heywood e Lysander Spooner para chegar a um anarquismo maduro e completo. De Heywood, Tucker extraiu sua análise dos males da renda (rent), dos juros e dos lucros, “seguindo…
Por que sou anarquista
Por que sou anarquista? Essa é a pergunta que o editor do semanário The Twentieth Century pediu que eu respondesse a seus leitores. Consinto; porém, para ser franco, considero-a uma árdua tarefa. Se o editor ou um de seus contribuintes tivesse apenas sugerido um motivo por que eu devesse ser algo que não um anarquista,…
Free Markets & Capitalism?
Markets Not Capitalism
Organization Theory
Conscience of an Anarchist