Center for a Stateless Society
A Left Market Anarchist Think Tank & Media Center
Qual a diferença entre “anarquismo de mercado” e “anarcocapitalismo”?
Este texto é parte da série do FAQ sobre o anarquismo de mercado.

A diferença entre anarquismo de mercado e anarcocapitalismo é uma questão duvidosa e um tanto quanto semântica. Anarcocapitalistas escolhem usar a palavra “capitalismo” porque acreditam que a palavra denota um sistema econônimco laissez faire — livre de controle governamental. Já anarquistas de mercado são bem mais críticos ao capitalismo por acreditarem que o termo não denota um sistema econômico realmente livre.

Eles evitam usar a palavra “capitalismo” porque ela remete ao nosso sistema econômico fechado, dominado por corporações e repleto de desigualdade social. Anarquistas de mercado consideram que “capitalismo” coloca muita ênfase no capital, o que implica no domínio por parte dos donos dos meios de produção — uma forma de opressão à qual os anarquistas se opõem. Muitos anarquistas de mercado acreditam que, numa sociedade livre, o mundo seria bastante diferente de como é hoje em dia sob o capitalismo. Eles acreditam que mercados livres não resultariam no domínio das corporações e na estrutura hierárquica das empresas. Se empresas hierárquicas existissem, seriam raras. Como Gary Chartier e Charles Johnson dizem em Markets Not Capitalism: “Anarquistas de mercado acreditam em transações de mercado, não em privilégio econômico. Acreditam em mercados livres, não em capitalismo”.

Anarcocapitalistas acreditam ser desejável uma economia capitalista laissez faire para maximizar a liberdade e o desenvolvimento humano. Já o anarquismo de mercado não tem a intenção de prescrever um sistema econômico desejável. Ao invés disso, o anarquismo de mercado reconhece que nem todos numa sociedade livre prefeririam fazer parte de um mercado voltado para o lucro e, sendo assim, sistemas econômicos alternativos poderiam surgir — como por exemplo cooperativas, economias de oferta (gift economies) e comunas. Por mais que anarquistas de mercado por vezes defendam transações de mercado, pluralidade e descentralização são também extremamente importantes. Anarquistas de mercado não veem qualquer problema nestes diferentes sistemas econômicos voluntários, desde que coexistam pacificamente.

Traduzido por Paola Delfino.

Markets Not Capitalism
Organization Theory
Conscience of an Anarchist